Fale conosco

(21) 2253-5422

E-mail

canovacontabil@canovacontabil.com.br

Pesquisar

Folha de pagamento para bares e restaurantes – como isso funciona?

Fale com um especialista agora gratuitamente!

Não te mandaremos spam!

Nesse artigo você vai ver:
Folha De Pagamento Para Bares E Restaurantes Como Isso Funciona? - C. A. Nova Contábil

Contabilizar folhas de pagamento para bares, lanchonetes e restaurantes, considerando salário, gorjeta e horas extra não é muito fácil de gerir.

A folha de pagamento para bares, lanchonetes e restaurantes é uma das principais obrigações para estabelecimentos do ramo de alimentação, mesmo porque, sem uma equipe bem montada, com empregados trabalhando motivados e com dedicação aos clientes, o estabelecimento comercial não terá condições de alcançar o sucesso esperado.

Na folha de pagamento, que normalmente é elaborada pelo escritório de contabilidade, é necessário incluir todas as verbas devidas aos empregados, fazendo os descontos permitidos por lei, com pagamento dentro dos prazos estabelecidos para que o empresário não tenha qualquer tipo de problema com a Justiça do Trabalho.

Como funcionaria o regime de contratação?

As verbas trabalhistas na folha de pagamento para bares, lanchonetes e restaurantes vão depender do regime de contratação do colaborador, ou seja, ele pode ser contratado como mensalista, recebendo um valor fixo determinado pela convenção de sua categoria, ou pode ser contratado como horista ou trabalhador intermitente.

Sendo contratado como mensalista, será lançado o valor do salário na folha de pagamento. Havendo horas extras, no entanto, há a necessidade de fazer os cálculos do valor extra também para o DSR – Descanso Semanal Remunerado.

Na contratação como horista ou trabalhador intermitente, o cálculo do DSR é obrigatório, já que a lei determina que todo trabalhador tem o direito de um dia de descanso por semana e, como se trata de trabalhadores registrados, esse valor é devido.

Além do DSR, nos casos especificados, as verbas da folha de pagamento para bares, lanchonetes e restaurantes devem ainda incluir o vale-transporte, que se trata de um direito para todo e qualquer trabalhador que tenha necessidade de usar transporte público para se locomover de casa para o trabalho e vice-versa.

Normalmente, como se trata de estabelecimentos que trabalham no ramo de alimentação, a própria empresa oferece as refeições para seus empregados, não havendo, portanto, necessidade de incluir valores referentes a esse benefício.

Ao mesmo tempo, é necessário incluir na folha de pagamento os descontos devidos. O principal desconto para qualquer empregado registrado, é o INSS, valor que é calculado de acordo com a remuneração do trabalhador, podendo variar entre 8 e 11% do total recebido.

E como fica o imposto de renda?

O desconto de Imposto de Renda na Fonte é determinado por uma tabela da Receita Federal, devendo ser descontado se o empregado estiver em qualquer faixa de remuneração que exija o desconto.

Se o estabelecimento adota a política de pagar o adiantamento salarial, esse valor também deve ser incluído como desconto na folha de pagamento para bares, lanchonetes e restaurantes.

O empresário também não pode se esquecer de, havendo atrasos e faltas, proceder o desconto das horas ou dias não trabalhados, desde que o empregado não tenha apresentado qualquer documentação comprobatória de sua falta.

Valores da folha de pagamento com novos métodos de contratação

Depois da reforma trabalhista e com a inclusão de trabalhadores intermitentes como modalidade de contratação, a folha de pagamento para bares, lanchonetes e restaurantes sofreu algumas alterações com relação a esse tipo de contrato de trabalho.

Se o estabelecimento tiver em seu quadro de pessoal garçons ou atendentes no regime de trabalho intermitente, o pagamento deve ser feito no mesmo dia da jornada de trabalho, ao final do expediente.

Nesse caso, a legislação obriga a incluir os cálculos proporcionais de férias e 13% salário. Assim, se um garçom ou atendente trabalha apenas 3 dias por semana, como normalmente ocorre em estabelecimentos voltados para a alimentação, o cálculo deve ser feito sobre o tempo trabalhado, pagando-se essas verbas com os devidos descontos, permitidos por lei.

Se você tem um bar, lanchonete ou restaurante e tem dúvidas sobre as verbas da folha de pagamento, converse com seu contador.

Nós da C. A. Nova Contábil somos uma Empresa de Contabilidade no Rio de Janeiro — RJ. Somos especialistas em Contabilidade para Bares.

Siga-nos no Facebook: @CANovaContábil

#canovacontabil #canovariodejaneiro #contabilidadeparabares #folhadepagamentoparabares #canovafolhadepagamentos

Compartilhe nas redes:

Pesquisar

Categorias

Categorias

Deixe um comentário

Veja também

Posts Relacionados

Controle Financeiro Para Dentistas Infantis Garanao Sucesso (1) - C. A. Nova Contábil

Contabilidade eficiente para Dentistas Infantis!

Contabilidade para Dentistas Infantis: estratégias para Gerenciar suas Finanças com Eficiência Descubra como dentistas que atendem crianças podem otimizar sua gestão financeira com dicas especializadas

Recomendado só para você
Chegamos naquele momento inevitável, o cálculo de Imposto de Renda!…
Cresta Posts Box by CP